Campanha para eleição de conselheiros tutelares começa nesta semana

Campanha para eleição de conselheiros tutelares começa nesta semana

Começou nesta semana, mais precisamente na segunda-feira, dia 26 de agosto, a campanha eleitoral para conselheiros tutelares de Santo Antônio de Posse. O processo de campanha e divulgação pode ser realizado até dia 4 de outubro, às 24h.

A campanha faz parte do processo de seleção dos conselheiros tutelares. Os candidatos já passaram por prova de conhecimento específico, análise de documentação e registro de candidatura. Os eleitos serão empossados no dia 10/01/2020, na cerimônia de nomeação e posse.

Eleição

No dia 6 de outubro, os eleitores elegerão os 5 conselheiros tutelares que cumprirão suas funções no período de 2020-2024. A votação acontecerá na Escola Mario Bianchi, das 9h às 17h. Cada eleitor poderá votar em um candidato.

Para votar, é necessário apresentar título de eleitor e documento de identidade original com foto. Estão aptos ao exercício do voto direto, secreto e facultativo para conselheiro tutelar aqueles maiores de 16 (dezesseis) anos, devidamente inscritos na 333ª Zona eleitoral, cujas seções de votação pertençam a jurisdição do Município de Santo Antônio de Posse.

Encerrada a votação, a contagem dos votos será iniciada imediatamente, sob responsabilidade do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e fiscalização do Ministério Público.

Os candidatos poderão credenciar 1 (um) fiscal e 1 (um) suplente para cada mesa apuradora. É facultada a presença do candidato durante a apuração dos votos;

Conheça os candidatos:

Deixe um comentário

Acessibilidade

Novo modelo de identidade digital padrão do site pmsaposse.sp.gov.br atende às principais recomendações de acessibilidade indicadas para web.

Garantir a acessibilidade na Web é permitir que qualquer indivíduo, utilizando qualquer tecnologia de navegação, visite qualquer ambiente web e obtenha completo entendimento das informações contidas nele, além de ter total habilidade de interação.

Nesse ambiente, buscou-se contemplar as recomendações do WCAG (World Content Accessibility Guide) do W3C e no caso do Governo Brasileiro ao e-MAG (Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico). O e-MAG está alinhado as recomendações internacionais, mas estabelece padrões de comportamento acessível para sites governamentais.

Na parte superior do site existe uma barra de menus onde se encontra atalhos de navegação padronizados, nos subitens de Acessibilidade há opções para alterar o contraste das cores e o tamanho dos objetos, essas ferramentas estão disponíveis em todas as páginas do site.