Saúde Notícias

Contra a dengue, Prefeitura faz parcerias com igrejas para combater o mosquito

Contra a dengue, Prefeitura faz parcerias com igrejas para combater o mosquito

A parceria, juntamente ao trabalho realizado pela Vigilância Epidemiológica, resultou na redução de 99,2% de casos, em relação à 2018

A Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Posse, por meio da Secretaria de Saúde e Vigilância Epidemiológica, tem trabalhado arduamente no combate ao mosquito Aedes aegypti no município.

O trabalho de prevenção teve início ainda no ano passado, quando foram confirmados 853 casos positivos e, na tentativa de diminuir esses números, a Prefeitura também buscou parcerias que pudessem colaborar diretamente na conscientização da população.

Em março deste ano, após uma reunião com o prefeito municipal, a vice-prefeita, a secretária de saúde e coordenadora da Vigilância Epidemiológica, os representantes das igrejas do município iniciaram um trabalho de conscientização com seus fiéis. Este ato tem colaborado com as ações da Vigilância Epidemiológica e dos agentes de controle de endemias, uma vez que, as instituições religiosas estão presentes nos mais diversos bairros da cidade.

O resultado das parcerias tem sido muito positivo. De janeiro de 2019 até o momento, foram registrados 6 casos de dengue no município, o que representa uma queda de 99,2% nos números de munícipes afetados pela doença quando comparado ao ano de 2018.

A Prefeitura Municipal, reforça o pedido para que todos façam sua parte e mantenham quintais e terrenos limpos e livres de possíveis criadouros. A administração, por sua vez, trabalha diariamente na conscientização e prevenção da proliferação do mosquito Aedes aegypti no município.

 

Deixe um comentário

Acessibilidade

Novo modelo de identidade digital padrão do site pmsaposse.sp.gov.br atende às principais recomendações de acessibilidade indicadas para web.

Garantir a acessibilidade na Web é permitir que qualquer indivíduo, utilizando qualquer tecnologia de navegação, visite qualquer ambiente web e obtenha completo entendimento das informações contidas nele, além de ter total habilidade de interação.

Nesse ambiente, buscou-se contemplar as recomendações do WCAG (World Content Accessibility Guide) do W3C e no caso do Governo Brasileiro ao e-MAG (Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico). O e-MAG está alinhado as recomendações internacionais, mas estabelece padrões de comportamento acessível para sites governamentais.

Na parte superior do site existe uma barra de menus onde se encontra atalhos de navegação padronizados, nos subitens de Acessibilidade há opções para alterar o contraste das cores e o tamanho dos objetos, essas ferramentas estão disponíveis em todas as páginas do site.