Em tempos de pandemia, população também deve combater o Aedes aegypti

Além do novo coronavírus, outras doenças também precisam ser alvos de preocupação

Em tempos de pandemia, população também deve combater o Aedes aegypti

A Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Posse, através da Secretaria de Saúde e Vigilância Epidemiológica, pede à população possense que não deixe de lado os cuidados e a prevenção contra o Aedes aegypti.

Reforçamos que quintais, terrenos e calçadas devem ser mantidos limpos e livres de objetos que possam vir a ser criadouros do mosquito transmissor da dengue, zyka e Chikungunya.

Para ajudar, nós te damos algumas dicas para juntos combatermos o mosquito!

– Mantenha fechadas as tampas de vasos sanitários e de ralos pouco usados, como os de áreas de serviço e de lazer, que tenham a possibilidade de acumular água;

– Mantenha o quintal sempre limpo, jogando fora o que não é utilizado;

– Deixe o quintal sempre bem varrido, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas, sacolas plásticas etc.;

– Tampe tonéis, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

– Certifique-se de que as lonas de cobertura estejam bem esticadas para não haver acúmulo de água;

– Não deixe acumular água nos vasos de plantas;

– Mantenha a bandeja que fica atrás da geladeira limpa e sem água;

– Coloque garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Se por algum motivo tiver pneus no quintal, mantenha-os secos e abrigue-os em local coberto, ou descarte-os corretamente se não tiverem utilidade;

– Escove bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, vasos de plantas, tonéis, caixas d’água) e mantenha-os sempre limpos.

Deixe um comentário

Acessibilidade

Novo modelo de identidade digital padrão do site pmsaposse.sp.gov.br atende às principais recomendações de acessibilidade indicadas para web.

Garantir a acessibilidade na Web é permitir que qualquer indivíduo, utilizando qualquer tecnologia de navegação, visite qualquer ambiente web e obtenha completo entendimento das informações contidas nele, além de ter total habilidade de interação.

Nesse ambiente, buscou-se contemplar as recomendações do WCAG (World Content Accessibility Guide) do W3C e no caso do Governo Brasileiro ao e-MAG (Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico). O e-MAG está alinhado as recomendações internacionais, mas estabelece padrões de comportamento acessível para sites governamentais.

Na parte superior do site existe uma barra de menus onde se encontra atalhos de navegação padronizados, nos subitens de Acessibilidade há opções para alterar o contraste das cores e o tamanho dos objetos, essas ferramentas estão disponíveis em todas as páginas do site.