Meio Ambiente realiza terraceamento para produtores possenses

Meio Ambiente realiza terraceamento para produtores possenses

O Dia Internacional da Conservação do Solo é comemorado todo dia 15 de abril, conforme a promulgação da Lei Federal nº7876 de 13/11/1989. A escolha da data se deu em homenagem a Hugh Hammond Bennett, considerado o pai da conservação do solo nos Estados Unidos.

Em Santo Antônio de Posse, o Departamento de Meio Ambiente e a Casa da Agricultura promovem ações para conservação do solo e uma delas é o terraceamento, no qual, aproximadamente, 200 ha são locados para pequenos e médios produtores.

Este trabalho é feito sem nenhum custo ao produtor e, além disso, os mesmos são orientados a respeito de outros fatores da cultura que possam ser desenvolvidos sem trazer maiores danos ao solo e ao meio ambiente de uma maneira em geral.

O terraceamento agrícola é uma técnica importante e que sempre deve ser empregada no processo produtivo. Nesta técnica, os terraços são locados no sentido de barrar e diminuir a velocidade das águas pluviais e desenvolvem um papel de fundamental importância para o não aparecimento de erosões superficiais e, com o passar do tempo, uma voçoroca.

CONSERVAÇÃO DO SOLO

A nível de Brasil, muitas tecnologias novas foram desenvolvidas e algumas adaptadas em relação a eficiência da conservação do solo, já que no país existem várias classes de solo e cada uma possui suas particularidades.

O plantio direto na palha e o cultivo mínimo podem ser considerados duas técnicas que vem contribuindo e muito para a conservação do solo e também em relação ao custo de implantação de novas lavouras.

Quando um solo não é preparado de acordo com as técnicas eficientes, sabe-se que há perda do solo superficial, local de maior fertilidade. Este processo ainda contribui para o assoreamento dos cursos d’água e eutrofização de corpos d’água.

Deixe um comentário

Acessibilidade

Novo modelo de identidade digital padrão do site pmsaposse.sp.gov.br atende às principais recomendações de acessibilidade indicadas para web.

Garantir a acessibilidade na Web é permitir que qualquer indivíduo, utilizando qualquer tecnologia de navegação, visite qualquer ambiente web e obtenha completo entendimento das informações contidas nele, além de ter total habilidade de interação.

Nesse ambiente, buscou-se contemplar as recomendações do WCAG (World Content Accessibility Guide) do W3C e no caso do Governo Brasileiro ao e-MAG (Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico). O e-MAG está alinhado as recomendações internacionais, mas estabelece padrões de comportamento acessível para sites governamentais.

Na parte superior do site existe uma barra de menus onde se encontra atalhos de navegação padronizados, nos subitens de Acessibilidade há opções para alterar o contraste das cores e o tamanho dos objetos, essas ferramentas estão disponíveis em todas as páginas do site.