Saúde Utilidade Pública

Santo Antônio de Posse inicia aplicação da vacina bivalente contra Covid-19

A nova vacina é uma atualização dos primeiros imunizantes produzidos contra a Covid-19 e protege contra a cepa original do coronavírus e as subvariantes ômicron

Santo Antônio de Posse inicia aplicação da vacina bivalente contra Covid-19

A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria da Saúde, iniciou nesta segunda-feira, 27, a aplicação da vacina bivalente contra a Covid-19, nos idosos acima de 70 anos em Instituições de longa permanência (ILP) e os pacientes imunocomprometidos a partir de 12 anos, conforme informe técnico operacional divulgado pelo Ministério da Saúde.

Para ter acesso à vacina bivalente, a pessoa tem de ter tomado pelo menos duas doses do esquema primário, com a vacina monovalente, aplicada em todo o País desde 2021. Além disso, a última dose deve ter o intervalo de no mínimo quatro meses.

A nova vacina é uma atualização dos primeiros imunizantes produzidos contra a Covid-19 e protege contra a cepa original do coronavírus e as subvariantes ômicron. O objetivo da campanha com a bivalente é imunizar a população contra a variante ômicron e melhorar a proteção da população contra a doença.

QUAIS CASOS SÃO CONSIDERADOS IMUNOSSUPRIMIDOS OU IMUNOCOMPROMETIDOS ?

Conforme preconiza o Ministério da Saúde, considera-se imunossuprimidos ou imunocomprometidos, pessoas com câncer, pessoas vivendo com HIV, transplantados e outros com o sistema imune fragilizado, o que deixa o paciente mais suscetível a infecções. São eles:

  • Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea;
  • Pessoas com HIV e CD4 <350 células/mm3;
  • Pessoas com doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida;
  • Pessoas em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias;
  • Pessoas com neoplasias hematológicas, como leucemias, linfomas e síndromes mielodisplásicas;
  • Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses.

CALENDÁRIO NACIONAL

27/02: Pessoas acima de 70 anos; pessoas vivendo em instituições de longa permanência (ILP); pacientes imunocomprometidos (entenda mais abaixo) a partir de 12 anos; e comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas;

06/03: Pessoas de 60 a 69 anos;

20/03: Gestantes e puérperas;

17/04: Trabalhadores da saúde, pessoas com deficiência permanente a partir de 12 anos, população privada de liberdade, adolescentes cumprindo medidas socioeducativas e funcionários do sistema de privação de liberdade.

NOTÍCIAS

Novas conselheiras tutelares tomam posse

Com a importante missão de zelar pelos direitos de nossas crianças e adolescentes, as novas conselheiras tutelares de Santo Antônio de Posse ...
SAÚDE

Saúde mental é tema de palestra

A equipe do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS promoveu na quinta-feira, 25 de janeiro, uma palestra para os profissionais do ...