Saúde

Saúde amplia vacinação para idosos de 72 à 74 anos a partir desta sexta-feira, dia 19

O município recebeu mais 360 doses do antígeno CoronaVac/Butantan, que além de permitir ampliar a imunização, irá garantir o término da vacinação dos idosos de 75 e 76 anos.

Saúde amplia vacinação para idosos de 72 à 74 anos a partir desta sexta-feira, dia 19

A Secretaria Municipal da Saúde de Santo Antônio de Posse, inicia nesta sexta-feira, dia 19, a imunização contra a COVID-19 da população idosa de 72 à 74 anos. A aplicação das vacinas será realizada nos Postos de Saúde dos bairros, Ambulatório Municipal e na Vigilância Epidemiológica. É necessária a apresentação do CPF e Cartão SUS. Idosos acamados e impossibilitados de locomoverem-se até os locais de vacinação, receberão a dose em domicílio, basta entrar em contato com a unidade PSF mais próxima à sua residência e agendar o horário.

Inicialmente a imunização para a faixa etária de 72 à 74 anos estava prevista para segunda-feira, dia 22, mas o município assim como todo o Estado, antecipou a data de vacinação.

Neste último lote foram entregues ao município 360 doses do antígeno CoronaVac/Butantan, que além de permitir ampliar a imunização, irá garantir o término da vacinação dos idosos de 75 e 76 anos, conforme o cronograma da Campanha de Vacinação contra a COVID-19 do Governo do Estado de São Paulo.

A Secretaria reitera que para quem tomou a vacina CoronaVac/Butantan, a segunda dose pode ser aplicada em até 28 dias após o recebimento da primeira dose, já os vacinados com o imunizante Oxford-AstraZeneca, após 12 semanas, de acordo com orientações técnicas da Secretaria Estadual de Saúde, sem prejuízo em relação a eficácia do imunizante.

Horários de Vacinação:
PSF Bairros e Ambulatório Municipal das 9h às 16h
Vigilância Epidemiológica das 8h às 18h

Telefones:
PSF Bela Vista: 3896-9490
PSF Monte Santo: 3896-5101
PSF Popular: 3896-3355
PSF Recreio Campestre: 9 9736-2294
PSF Ressaca: 3896-1151
PSF Vila Bianchi: 3896-2340
Ambulatório Municipal: 3896-9501
Vigilância Epidemiológica: 3896-4273

Reportagem: Anderson Oliveira

Deixe um comentário