Cultura

Prefeitura conclui Plano Diretor de Turismo e têm aprovação unanime dos vereadores

Plano teve participação da sociedade que ajudou a identificar as identidades turísticas do município

Prefeitura conclui Plano Diretor de Turismo e têm aprovação unanime dos vereadores

A prefeitura concluiu essa semana o Plano Diretor de Turismo de Santo Antônio de Posse que foi aprovado por unanimidade pelos vereadores na última quarta-feira, dia 29.

O Plano Diretor de Turismo teve início em abril deste ano com visitas técnicas em propriedades rurais, comerciantes e empresários de diversos setores, e participação em diversas reuniões sobre o turismo em outras cidades da região e orientações da Secretaria Estadual de Turismo.

O Plano foi elaborado pela equipe da Prefeitura Municipal e por uma turismóloga totalizando 143 páginas com imagens e explicações de diversos segmentos para serem desenvolvidos na cidade relacionados ao turismo. O plano diretor também será utilizado para ser enviado a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo para concorrer ao título de MIT – Município de Interesse Turístico.

O QUE É MIT?

A lei complementar Nº 1.261, de 29 de abril de 2015 criou uma nova classificação de município turístico.

O Estado de São Paulo possui 70 Estâncias turísticas. A nova lei cria 140 vagas para Municípios de Interesse turístico que também poderão receber recursos do Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos administrado pelo DADE – Departamento de Apoio as Estancias.

Todos os Municípios do Estado de São Paulo (exceto os que já possuem o título de Estância) podem pleitear o Titulo de Município de Interesse Turístico por meio de um Deputado Estadual.

São Paulo é único Estado da federação com políticas públicas voltadas à atividade turística, tratado como vetor de desenvolvimento social e econômico. Por isso, desenvolve uma política de fomento por meio da destinação de recursos do seu Tesouro, através do Fundo Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos), para 70 municípios estâncias, modelo que lhe possibilita estar na vanguarda do turismo nacional.

Quase R$ 1,2 bilhão foi investido em 1.461 convênios para obras e ações de interesse turístico, entre 2011 e 2016. O município que atender todos os critérios e conseguir o título de MIT poderá receber, anualmente, cerca de R$ 550 mil para investimentos em obras destinadas ao setor de turismo.

TURISMO

No Brasil, o turismo representa, atualmente, cerca de 3,6% do PIB (Produto Interno Bruto), empregando, direta e indiretamente, mais de 10 milhões de pessoas.

O turismo estimula um desenvolvimento limpo e sustentável, que tem como princípio preservar para gerar renda. Além de forte alavanca econômica, contribui também para a ampliação do repertório cognitivo do provo brasileiro, diversificando referências históricas, culturais e sociais.

Por outro lado, estimula também o desenvolvimento local, ao injetar bilhões na economia. O Brasil é hoje um dos destinos turísticos mais completos do mundo, com ofertas que incluem os segmentos de sol e praia, ecoturismo e aventura, cultura, negócios e eventos e esportes. A gastronomia também vem ganhando um importante papel. Em 2014, pesquisa feita durante a Copa, mostrou que 93,2% dos visitantes aprovaram a culinária local, indicando que nossos pratos são elementos característicos da cultura brasileira.

Deixe um comentário