Saúde

Saúde começa vacinar gestantes com comorbidades, puérperas e pessoas com deficiência permanente (BPC) nesta terça-feira, 11

Pessoas com deficiência permanente (BPC) devem apresentar o comprovante do recebimento do Benefício da Prestação Continuada da Assistência Social. Gestantes com comorbidades devem comprovar estado gestacional (carteira de acompanhamento e/ou pré-natal ou laudo médico) e no caso das puérperas apresentar declaração do nascimento da criança; apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica.

Saúde começa vacinar gestantes com comorbidades, puérperas e pessoas com deficiência permanente (BPC) nesta terça-feira, 11

A Secretaria Municipal da Saúde de Santo Antônio de Posse começa nesta terça-feira, dia 11, a imunização contra a COVID-19 das pessoas com deficiência permanente (BPC), entre 55 a 59 anos, gestantes com comorbidades a partir de 18 anos de idade em qualquer idade gestacional e puérperas a partir de 18 anos de idade e até com 45 dias após o parto. A aplicação das vacinas será realizada na Vigilância Epidemiológica. Acamados e impossibilitados de locomoverem-se até os locais de vacinação, receberão a dose em domicílio, basta entrar em contato com a unidade PSF mais próxima à sua residência e agendar o horário.

É necessária a apresentação do CPF, Cartão SUS e comprovante de residência. As pessoas com deficiência permanente (BPC) além dos documentos citados, devem apresentar o comprovante do recebimento do Benefício da Prestação Continuada da Assistência Social. Gestantes com comorbidades devem comprovar estado gestacional (carteira de acompanhamento e/ou pré-natal ou laudo médico) e no caso das puérperas apresentar declaração do nascimento da criança; apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica.

Vacinação Solidária

A Secretaria Municipal de Saúde juntamente com o Fundo Social de Solidariedade está realizando a campanha Vacinação Solidária, cujo intuito é arrecadar alimentos para ajudar a população em situação de vulnerabilidade social. Quando for vacinar, se puder, doe 1kg de alimento não perecível e ajude quem mais precisa. A doação não é obrigatória.

Horários de Vacinação:
Vigilância Epidemiológica
das 8h às 17h

Telefones:
Vigilância Epidemiológica: 3896-4273
Secretaria Municipal da Saúde: 3896-2955

Reportagem: Anderson Oliveira

Deixe um comentário